Pai Pedro e Catuti são duas pequenas cidades da região norte do estado de Minas Gerais, localizadas à beira da ferrovia Centro Atlântica, próximas à fronteira com o estado da Bahia.

Ambas alçaram a condição de cidade no início da década de 50, logo após a ferrovia, em 1947.

O progresso prometido pela nova ferrovia logo deixou de ser um sonho imaginável. Mas antes da profunda desilusão algum desenvolvimento rondou a região, casas foram construídas, e algum indício de modernismo passeou por ali.

60 anos depois, ainda notam-se algumas fachadas que podem ser o remanescente do que não foi, mas quase.

As fotografias da série Fachadinhas foram realizadas em película, no formato 6x6 cm, com uma câmera de plástico, que faz com que as imagens tornem-se extranhamente saturadas e fora de quadro. Sem controle, como a ação do tempo sobre nossa história.

19 fotografias realizadas com negativo colorido e camera plástica

Impressas por pigmentos minerais em papel fosco,

Dimensões variáveis, entre 21x21 cm e 60x60 cm

Tiragem de 3/5